Fatec S.S. cria projeto para ajudar alunos que sofrem de depressão

De acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde, o suicídio é uma grande questão de saúde pública em todo mundo e trata-se de um problema muito preocupante, uma vez que são registrados mais de 800 mil casos por ano, e esse índice só cresce.

Para o órgão mundial, as causas do suicídio podem variar desde solidão, passando por presença de outras doenças, problemas de relacionamento, dificuldades financeiras, bullying, perdas afetivas, abuso de entorpecentes, timidez e, sobretudo, a crescente doença, considerada o mal deste século, a depressão.

Preocupado e sensibilizado com o problema, o Diretor Geral da Fatec, Prof. Ms. Daniel Jung, divulgou nesta semana o Projeto Perceba e Reaja, que tem o intuito de oferecer ajuda aos alunos que estejam apresentando sinais de depressão. Segundo consta no projeto, a depressão é uma doença que acomete até 12% da população mundial. Pessoas deprimidas possuem maior risco de morrer prematuramente. Há uma piora significativa na qualidade de vida e deterioração da saúde geral.

Para tanto, foi criado no site da Fatec, um canal, para que para que se possam relatar sintomas de depressão que estejam acometendo algum colega de curso, a fim de que a gestão da Faculdade busque ajuda para esse estudante.

O diretor explica que qualquer um da comunidade acadêmica, seja estudante, professor ou funcionário que tenha observado em algum aluno comportamento ou frases que indiquem sintomas da depressão, poderão entrar em contato pelo formulário no link do site da Fatec.

“Em um segundo momento, realizaremos uma capacitação para o reconhecimento desses sinais de depressão, afim de conseguirmos ter uma percepção cada vez melhor, quando nos depararmos com um possível caso. Caso queiram, os alunos poderão relatar os casos percebidos, anonimamente. O importante é que nós tenhamos conhecimento para podermos ajudar. Contamos com a colaboração de todos para minimizar os sofrimentos daqueles que estão acometidos por essa grave doença”, ressaltou o diretor.

Os contatos devem ser feitos no link http://fatecsaosebastiao.edu.br/portal/perceba-e-reaja/ no site da faculdade.

Fatec São Sebastião abre novas turmas o curso de Impressão 3D em 2019

Fatec São Sebastião abre novas turmas o curso de Impressão 3D em 2019

Março deu inicio a abertura de novas turmas para o curso de Impressão 3D na Fatec de São Sebastião. O primeiro minicurso foi realizado no dia 01/03 às 13h no Laboratório de Inovação da Fatec São Sebastião. O Curso é ministrado pelo Prof. Daniel Jung e monitorado pelo aluno Ernesto Paulo e possui 5 horas de duração. O foco é no aprendizado do funcionamento das impressoras 3D da Fatec e nas configurações do software de fatiamento utilizado para imprimir as peças. Ao final do curso, os alunos ficam habilitados a operar uma impressora 3D e começar a produzir seus protótipos. O curso é aberto para a comunidade em geral e a inscrição deve ser realizada na secretaria da Fatec São Sebastião. A inscrição é gratuita.

Próximas turmas:

Turma 02/2019: Dia 11/03/2019 – das 13h às 17h

Turma 03/2019: Dia 22/03/2019 – das 13h às 17h

Inscrições na Secretaria da Fatec São Sebastião

Rua Ítalo Nascimento, 366 – Porto Grande

Alunos do Projeto Asas da SEPEDI recebem certificado de conclusão do curso de informática feito em parceria com a FATEC

Aconteceu, no último dia 19 de dezembro, a entrega dos certificados de conclusão aos alunos do projeto Asas, uma parceria da Fatec com a Sepedi – Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e do idoso, que ofereceu aulas de informática aos alunos cadastrados no projetos nos laboratórios de T.I. da faculdade. A entrega foi feita em comemoração realizada na sede da secretaria e contou com a participação, além dos alunos, de todos os monitores e responsáveis pelo projeto.

Além do espaço físico, a Fatec também ficou responsável pelo monitoramento dessas aulas e, para tanto, destacou quatro monitores responsáveis em acompanhar o aprendizados dos participantes. Ao todo foram cerca de 20 alunos, todos com alguma deficiência ou dificuldade de aprendizagem que, em detrimento do problema, tiveram a chance de aprender noções básicas de informática.

De acordo com o diretor Geral da Fatec, Prof. Ms. Daniel Jung, o projeto foi muito gratificante, especialmente por conta dos alunos serem portadores de deficiência, o que tornou a experiência singular para os monitores envolvidos. “Não só os alunos conseguiram se desenvolver com o projeto. Fiquei impressionado em como os monitores amadureceram e evoluíram em contato com eles. E esta evolução não foi só técnica e profissional, mas também pessoal. Esses alunos especiais foram deram verdadeiras lições de vida a todos nós. É o tipo de projeto que vai muito além do que se propõe. Estamos muito felizes por podermos participar e esperamos que para o próximo ano o número de participantes aumente ainda mais.

Alunos do curso de informática recebem certificados dos monitores da Fatec e funcionários da SEPEDI em festa na sede da Secretaria.

Projeto Asas da SEPEDI agora em parceria com a Fatec

A Fatec São Sebastião passou a integrar o Projeto Asas, da Secretaria da Pessoa com Deficiência e do idoso (SEPEDI). A partir de agora, as aulas de informática aos alunos cadastrados no projeto, são ministradas nos laboratórios de T.I da faculdade.

O projeto ganhou ainda a participação de quatro monitores da Fatec, Ernesto Paulo Claudio Valente e Jade Torres Branco, que são voluntários e Emílio Sangiorgi Mota e Eric Rocha Lorossu, monitores remunerados pela unidade de ensino, que orientam e auxiliam os participantes do projeto. Ao todo são cerca de 20 alunos, todos com alguma deficiência ou dificuldade de aprendizagem que, em detrimento do problema, estão tendo a chance de se integrar ao universo da informática, tão importante no contexto atual.

De acordo com Ernesto Paulo tem sido fantástico trabalhar neste projeto. “É algo totalmente , diferente de tudo que eu já fiz. Dar a chance a essas pessoas tão especiais de serem incluídas na era digital não tem preço!”, afirmou o monitor.

A parceria da Fatec neste projeto só foi possível graças ao empenho do Prof. Fábio Lippi, responsável pela área de T.I da instituição, que de pronto acolheu a ideia da SEPEDI.

A Fatec já possuía o curso de inclusão digital, coordenado pelo Prof. Ms. Adriano Pandolfi, há pelo menos dois anos e com essa nova modalidade abre ainda mais o leque de oportunidades oferecidas à comunidade. “Estamos muito felizes por podermos participar desse projeto tão gratificante de inciativa da Prefeitura”, comenta Lippi.

A Fatec também irá dar suporte, em seus laboratórios de T.I ao projeto de inclusão digital para idosos, também iniciado pela mesma secretaria. “Achamos importante estas parcerias com a municipalidade, pois assim também temos a oportunidade de praticarmos nosso papel social, oferecendo boas oportunidades à população da cidade. É muito gratificante”, declarou o Diretor Geral da Fatec S.S. Prof. Ms Daniel Jung.

Conheça os Fatecoins

O Fatecoins é um jogo de negócios através do qual os alunos registram suas idéias e projetos em um sistema baseado na internet. A partir daí, professores, alunos, funcionários e empresas parceiras podem investir Fatecoins nas idéias que acharem mais promissoras.
No final do semestre, os professores atribuem uma nota aos projetos, de forma que quanto maior a nota, maior o retorno sobre o investimento, gerando mais Fatecoins.
Os Fatecoins, então, podem ser usados nas empresas parceiras que tenham interesse em se unir ao Fatecoins para promover seus produtos e serviços, gerando uma rede de descontos e marketing entre a comunidade acadêmica, a sociedade e as empresas.

Acesse fatecoins.com.br ou entre em contato conosco para saber mais detalhes!